Peixe com Vinho. A combinação perfeita para comemorar sua reforma

Uma ampla revisão de pesquisas recentes sobre consumo de vinhos e peixes, mostrou que a bebida ajuda a quebrar os ácidos graxos ômega-3 abundantes em muitos tipos de frutos do mar. Isso ajuda a manter o tecido do coração forte e saudável.


O estudo, publicado recentemente na revista Current Pharmaceutical Biotechnology, revela que os corações daqueles que regularmente consomem vinho e ácidos graxos ômega-3 têm 20% a mais de tecido cardíaco, indicando um sistema cardiovascular que se regenera com maior regularidade. O coração humano se contrai cerca de 100.000 vezes a cada 24 horas. Portanto, a sua capacidade de regeneração é fundamental para a manutenção de ritmo de batimento constante.
Os autores do estudo, Joel de Leiris e Dr. Michel de Lorgeril, descobiram que os consumidores moderados de álcool apresentaram níveis mais elevados de ômega-3 em seus corpos, em comparação com os abstêmios, apesar de consumirem uma quantidade similar de frutos do mar.

Peixe com Vinho e comemorar


Ao analisarem dados de 84 estudos independentes, a equipe de Leiris encontrou taxas mais baixas de doenças cardíacas entre os que comiam peixe e bebiam vinho regularmente. Diz o estudo que “as interações entre o consumo de vinho e do metabolismo de ácidos graxos poliinsaturados omega-3 podem contribuir substancialmente para o efeito cardioprotetor do consumo regular e moderado de vinho”. A quantidade ideal de vinho é 2 a 4 copos por dia, combinando com peixes ricos em ômega-3, de água fria, como anchova, arenque e cavala.