25 PAREDES LISTRADAS

Parede listrada em alguns países é muito comum e em qualquer ambiente. Já por aqui, parece que temos medo de ousar e não saímos do tradicional branco e bege para cores internas. Até que ultimamente tenho visto as cores das paredes serem pintadas de cinza, mas nada muito ou nem pouco ousado como umas simples listras que ficam lindas.

Quando eu conseguir terminar de construir minha casa, quero pintar listras no meu home office, só para ousar rs. E já pensando nisso, fico imaginando qual cor será e se quero listra horizontal, diagonal ou chevron. Confesso que gosto mais das listras horizontais e mais largas, acho que fica lindo e dá uma boa ampliada no ambiente, já que meu home office vai ser bem pequeno.

Trouxe algumas inspirações para quem gostaria de sair to tradicional na hora de pintar a casa:

PALETAS DE CORES PARA USAR NA DECORAÇÃO

Usar paletas de cores na hora de montar a decoração é o caminho mais certeiro para não errar. Essa tarefa de pensar nas cores sem saber como é que elas ficarão no ambiente, realmente, não é simples. Minha dica é sair por aí pesquisando por paletas, que já dá uma boa base.
Um site que eu adoro ver e que é só de paletas de cores, mas não exclusivamente de ambientes e sim de tudo, é o Design Seeds. Como eu amo amo amo esse site. É muito inspirador e vou ensinar como eu uso ele de vez em quando.
Quando estou com dúvida de qual cor usar nos meus projetos eu faço o seguinte:
1. Se estou projetando a decoração de uma casa de campo, por exemplo. Eu vou nesse site e pesquiso algumas imagens que tenham a ver com o ambiente que estou fazendo. Rapidamente encontro muitas fotos que me inspiram mas, digamos que encontrei uma perfeita. Essa:
Na minha opinião é uma paleta perfeita para uma casa de campo e para um cliente que não ousaria tanto em cores.
2. Depois de escolhida a paleta, coloco todas as cores dela no meu projeto, certo? Nem sempre. Eu não preciso usar todas as cores. Digamos que achei os azuis com tons muito fortes mas ainda assim gostaria de usar azul. Faço então, uma nova pesquisa com o mesmo estilo e encontro o tom de azul ideal:
Como as duas paletas são parecidas, sei que posso misturar as cores delas, então, usaria o segundo azul, de cima para baixo, com as outras cores da primeira paleta.
Mas se eu precisar de um toque colorido. O que fazer?!
3. Novamente, pesquiso uma imagem que tenha a ver com casa de campo mas que agora, seja mais colorida:
Digamos que esse tom de vermelho é o que eu esperava para usar em alguns detalhes da decoração. É só eu juntar com as outras cores das paletas anteriores. E assim vou montando as cores da minha decoração.
Faço o mesmo para ambientes separados quando tenho dúvida de qual cor usar.
A mim esse site ajuda muito. Tentem usar um dia e depois me contem 😀
Beijo

MAIS MÓVEIS EM MINIATURA

Minha mini coleção de móveis em miniatura só aumenta quando vejo algumas peças bacanas. Bacanas de preço principalmente. Eu ainda não tenho coragem de dar mais de R$100,00 numa cadeira mas é tão tentador que se eu tiver dinheiro sobrando posso até não resistir rs.

BOTAS PENDURADAS NO CABIDE

Depois desse post vou pedir para o marceneiro fazer não apenas uma sapateira mas sim, um cabideiro para pendurar botas.

Já vi vários jeitos bacanas de guardar as botas da forma correta e agora, mais uma opção.

Talvez com o cabide de roupa, possa ser que marque a bota, mas eu colocaria alguma coisa, um paninho por exemplo, para evitar isso:

Ou usaria um cabide exclusivamente para botas:

Os modelos de cabides podem ser então, os tradicionais de pendurar roupas e tem também

A CASA DE SARAH ASHLEY

E quase que esqueço de postar hoje, hein. Dia foi super corrido. 😀 Mas para compensar, consegui um lar lindo para compartilhar com vocês. A casa, ou melhor, o apartamento da Sarah.
Um apê de muita personalidade e bastante plantas ❤❤
Só de olhar para ela já percebi um baita senso criativo, como se cada detalhe da casa tivesse sido feito por ela, o que na verdade, todo o projeto de decoração foi pensado realmente por ela:
Listras horizontas e ainda são P&B e largas. Amo demais:
Panelas reluzentes rs:
Um estilo de quem trabalha com criatividade…

MESA EM ACRÍLICO

O acrílico é tipo a “febre do momento”, principalmente quando se fala em cadeira. Ele é leve, resistente, charmoso e está aparecendo em outros móveis também, como a mesa. Achei uma ótima ideia para uma decoração glam e seria ideal em um home office.

O acrílico substitui o vidro e dá um efeito bem diferente, parecendo cristal. O bacana é que combina com tudo 😀

Versão criado mudo. Que lindo.

Deixa o ambiente mais contemporâneo…

Tampo de vidro e pés em acrílico, quase irmãos gêmeos. Rs

Aparador em acrílico, bem melhor para quem tem criança em casa e quer substituir o aparador de vidro/espelho por medo de quebrar fácil.

Olha quando o sol bate no acrílico, que lindo efeito dá.

Mesa de centro de acrílico para ajudar a compor um ambiente bem glam…

 

RODAPÉ EMBUTIDO

Uma das boas ideias que meu marido trouxe do Mato Grosso do Sul, foi o rodapé embutido, até então, eu nunca tinha visto aqui em Curitiba e só fui ver lá no MS mesmo, pois lá a maioria das casas que fui os rodapés são todos embutidos.
Para quem nunca viu, fica assim:
Aqui em casa o marido nem perguntou se eu queria rodapé embutido ou recuado da parede, simplesmente fez do primeiro modo pois sabia que eu iria gostar. Amei! Logo de cara, quando eu vi tudo colocado, já imaginei os móveis rentes com a parede, coisa que com o rodapé recuado não acontece.
O reboco não é feito até o chão. Aqui em casa foi deixado um pedaço sem rebocar de mais ou menos 12 cm, pois nosso rodapé tem 10cm de altura e daqui uns anos, como nós pretendemos trocar o porcelanato junto com os rodapés (por causa dos problemas das manchas), vamos colocar um rodapé maior estilo Santa Luzia, só que, embutido rs.
Depois de colocado o rodapé, é passado uma massa ou gesso para tampar o buraco e fica 100% rente com a parede.
Nas casas que o marido tem feito por aqui, ele fala do rodapé embutido e os clientes topam que ele faça assim e depois, reconhecem que realmente fica bom, principalmente na hora de instalar os móveis.
Hoje mesmo, eu vi um site de arquitetura dizendo que é errado colocar rodapé embutido e que ele não foi feito pra isso. De cara já vi que era um equívoco essa afirmação, principalmente após ler um comentário, nesse mesmo post, de uma pessoa que entendia do assunto, afirmando o contrário.
Lembrei do que o marido me falou quando perguntei o por que das pessoas não fazerem as casas com rodapé embutido:
Alguns pedreiros tem preguiça de cortar o reboco ainda mole, e depois ter que passar massa novamente para tampar o buraco
Alguns pedreiros não tampam o buraco direito fazendo com que fique desnivelado com a parede, mostrando aquelas torturas horríveis
3º O rodapé embutido é cobrado a parte para colocar, já o tradicional é incluso.
4º Tem gente que prefere o rodapé recuado, para fora da parede
E como tudo tem suas vantagens e desvantagens vou listá-las aqui sobre o rodapé embutido. Se vocês lembrarem de algum item me avisem rs…
Vantagens:
 – Fica rente com a parede permitindo que os móveis fiquem bem encostados nela
 – Não junta poeira igual o rodapé comum
 – O espelho pode continuar até o chão, sem ter que tirar o rodapé ou ter que parar nele. (esse item é aconselhável apenas em casos onde o espelho não fique na mira dos pés)
Desvantagens:
  – como os móveis ficam rentes com a parede, nesse caso, a chance de ter a parede riscada é maior, mas isso acontece só com os móveis que não são fixos.
Vale lembrar que esse tipo de rodapé só fica bonito se tiver um ótimo acabamento e fica melhor ainda se for retificado, pois se tiver a borda meio arredondada o rodapé não fica totalmente rente com a parede.

Ideias para aparador de cama

Já pensou em um aparador de cama? Não aquelas mesinhas pequenas ou retráteis, mas sim, um aparador mesmo, igual ao que se usa em salas, só que para dormitório, assim…
Essa ideia é perfeita para quem gosta de comer, usar o computador, escrever ou fazer outra atividade em cima da cama. Pelo menos eu, sempre gostei de me enfiar de baixo das cobertas e ficar mexendo no notebook, mas chega uma hora que ele começa a esquentar aí sem chance, tenho que pular pra mesa. Maaas, a sorte é que existe esse aparador.
O aparador para cama existe há anos, mas por aqui ainda não é muito usado, até porque não existe tantas fotos dele como existe de qualquer outra coisa nos sites de pesquisas, mas creio que logo logo vai cair no gosto de muita gente pois é um móvel simples, super simples, prático e funcional.
Encontrei essa foto aqui em baixo, que é de 2010, então não é um móvel novo, só não foi bem explorado ainda rs. O aparador é da IKEA (minha loja sonho de consumo que desistiu do Brasil :/).
FONTE: Apartment Therapy
Fiquei ainda mais curiosa depois de ver essas fotos e fui pesquisar para ver se aqueles aparadores usados em salas serviriam como aparador de cama. Cheguei a conclusão de que depende muito do tamanho da cama, principalmente, da altura dela.
A cama que eu tirei como modelo para saber a altura do aparador é bem alta, então meu aparador teria que ficar com 90 cm de altura. Mas, para saber que altura fazer que dê certo na sua cama é só medir a altura da sua cama e acrescentar mais 15 cm mais ou menos (que é a altura da sua perna quando está sentada na cama).
Já a largura que eu coloquei de 1,68 é baseada na minha cama que tem 1,38. Deixei 15 cm de folga de cada lado para o aparador correr entre a cama. Então, se a sua cama for maior ou menor é só pegar a largura da cama e acrescentar mais 30 cm (para ficar 15cm de folga de cada lado).
A profundidade de 45 cm você pode definir para mais ou para menos, desde que caiba as coisas que você queira usar no aparador. Para mim, que usaria um notebook, caderno, copo, comida (tudo junto rs) a profundidade ideal é 45 cm. E também, se ficar com uma profundidade muito grande, visualmente não fica bonito.
Detalhe, se for fazer, coloque rodinha, que vai facilitar a locomoção 😀
O bacana é que dá tanto para cama de casal como de solteiro e dá também, para ficar decorando a cama quando não estiver usando.

SAPATEIRAS DENTRO DO GUARDA ROUPA

SAPATEIRAS DENTRO DO GUARDA ROUPA

By: Mayara Camargo

Que mulher não sonha com uma sapateira lotada de sapatos bem organizados? Eu não tenho tantos sapatos mas mesmo assim, gostaria de ter um lugar só para eles e, pensando no assunto, percebi que nem sempre temos um espaço sobrando para colocar uma sapateira separada do guarda roupa ou até mesmo, simplesmente não queremos ela fora dele então, seria bacana planejar uma sapateira dentro do guarda roupa na hora de comprar móveis novos.
Sendo assim, separei alguns modelos de sapateiras que ficam dentro do guarda roupa mesmo. Não levem em consideração o tamanho das sapateiras e sim, os modelos:
 

Não consigo me decidir se achei esse modelo bacana, mas alguma coisa me chama atenção, talvez o vidro ou as divisórias rs:

Gostei muito desse modelo, acho perfeito para espaços pequenos e fica bem prático:

Tenho visto vários compartilhamentos, no facebook, desse tipo de sapateira e fiquei tão curiosa que já sei até como fazer rs:

A mesma ideia da foto à cima, porém, um pouco melhor pois tem uns suportes que não deixam os sapatos ficarem “andando”:

Esse é o meu preferido. Parece vitrine de loja:

E vocês? Conhecem um modelo bacana de sapateira? Gostaram desses?
Beijo

Como fazer uma bandeja usando uma moldura

Alô você que sempre quis uma bandeja bonita e barata, atenção para essa ideia! Pega uma moldura pronta, um cinto antigo e vem comigo aprender o passo a passo de hoje no Histórias de Casa. Se você tem dificuldade em tomar decisões, como eu, vai achar esse o melhor DIY da história, porque dá pra trocar a estampa da bandeja quantas vezes quiser. Vale um desenho, um papel de presente, um tecido, ou o que você pirar em fazer.

Como fazer uma bandeja usando uma moldura

E ah, desculpa que essa semana to meio ausente e o blog tá às traças, mas o motivo é nobre: to me preparando pra gravar um quadro de um programa de TV aqui de Santa Catarina. :O Todos orando pra eu não fazer frasqueira e virar meme! hahaha. Assim que der divulgo tudo. <3

Não esquece de clicar pra conferir o passo a passo da bandeja.